aspectos inteligencia emocional

5 aspectos que a Inteligência Emocional pode ajudar

A Inteligência Emocional (IE) é uma poderosa ferramenta de autoconhecimento, capaz de trazer benefícios para todas as áreas da sua vida.

Hoje quero te falar especificamente sobre algumas situações que costumam ocorrer no meu trabalho e como a IE é capaz de oferecer uma nova perspectiva!

Liderar equipes

Trabalhar o autoconhecimento e buscar adquirir o controle sobre os próprios comportamentos é sempre muito útil em qualquer posição que você ocupe, porém, para um cargo de liderança, é essencial.

Existem diversos perfis de liderança. Em geral, a figura do líder precisa estar preparada para lidar com diferentes perfis comportamentais, a começar pelo próprio.

Sabe aquela diferença clássica entre um “chefe” e um líder? Mais que liderar pelo exemplo, um líder precisa ter empatia.

Compreender as pessoas pode, muitas vezes, ser difícil ou cansativo, agora, se você é um gestor, quero te dar uma dica preciosa: “desenvolva a capacidade de entender e, também, se fazer entender”. Isso será o grande diferencial na sua vida e na sua carreira, pode apostar!

Mediar conflitos

A Inteligência Emocional é minha grande aliada para mediar conflitos, porque faz enxergar além das emoções e raciocinar sobre qual é a atitude ou procedimento adequado à situação.

Não quer dizer que você desenvolverá a capacidade de se tornar “100% frio” diante de situações que envolvam estresse ou ânimos exaltados, mas certamente um profissional capacitado através da IE pode desenvolver uma grande habilidade para mediação e gestão de crises, sem levar para o lado pessoal.

Vamos fazer um teste rapidinho?

Com um exemplo do cotidiano, para ficar mais claro o que estou falando e proporcionar uma avaliação dos nossos comportamentos diários.

Situação difícil: estou sentindo uma tensão entre mim e meu colega de trabalho.

Reação de fuga: eu me recuso a falar sobre isto e procuro mudar de assunto toda vez que ele tentar discutir sobre a situação.

Efeitos a curto prazo: fico aliviado ao evitar um possível conflito.

Efeitos a longo prazo: a tensão e o conflito paralisam e podem se agravar.

Parece familiar? Que lição você pode tirar do exemplo acima?

Que tal, em vez de evitar ou controlar, acolher?

Evitar, fugir ou até mesmo lutar contra as emoções contribui para aumentar o mal-estar, principalmente a longo prazo, além de impedir você de aprender a lidar com as emoções e encontrar o equilíbrio, o que aqui chamamos de Inteligência Emocional.

Uma dica que eu quero deixar para você e que eu uso e funciona é: “acolha suas emoções”. Este é um meio de tomar consciência dos nossos comportamentos que estão no modo automático e criarmos um espaço de liberdade em nossas vidas.

Motivar pessoas

Motivação é o combustível dos bons resultados de qualquer empresa e é, sem dúvida, a chave da realização profissional de quem está nela.

A Inteligência Emocional busca fazer com que sejamos capazes de lidar, da melhor maneira, conosco e com os outros.

Parte disso é entender o que nos motiva e de que forma podemos agir para instigar essa motivação em nós e nas pessoas que estão ao nosso redor.

Por diversas vezes me deparei, dentro das minhas consultorias, com empresas que focavam nas recompensas financeiras e acreditavam piamente que elas seriam capazes de suprir, sozinhas, a necessidade de motivação das pessoas que ali trabalhavam.

Claro que a grande maioria gosta de sentir o reconhecimento do seu trabalho refletido na remuneração, porém, é preciso ver além disso, entender:

1. Como devo abordar cada perfil de colaborador?

2. O que cada um deles almeja?

3.O que faz com que o meu time se sinta feliz e produtivo?

4. O que faz sentido para cada um dos meus colaboradores?

Essas e outras perguntas podem te levar a entender melhor o que motiva cada um e ser mais assertivo.

Tomar decisões

A tomada de decisão é um momento sensível, especialmente quando traz consigo uma carga grande de responsabilidade.

Este momento pode desestabilizar pessoas que não buscam trabalhar o domínio das suas emoções.

Para isso, desenvolver a Inteligência Emocional faz com que sejamos mais assertivos e, ao mesmo tempo, conscientes dos efeitos dos riscos assumidos.

Um estudo da Universidade da Califórnia (UCLA) aponta alguns resultados bastante interessantes sobre este aspecto.

Monitorando indivíduos condicionados a decisões que colocavam em jogo a perda de grandes quantidades de dinheiro, os pesquisadores puderam observar que quem possuía alta inteligência emocional ajustava seu padrão de tomada de decisão de maneira mais eficiente, adequando seus aspectos comportamentais.

Os participantes com menor inteligência emocional acabavam escolhendo as opções de maior risco, o que poderia significar uma dificuldade de interpretar respostas emocionais e fisiológicas, considerando a excitação e euforia atreladas aos sentimentos de incerteza e ansiedade, como sinais positivos.

Autoconfiança

Desenvolver as suas habilidades socioemocionais também leva você a ter consciência dos cenários ao seu redor, identificando as oportunidades e compreendendo que as dificuldades são passageiras. A partir deste entendimento, o profissional que desenvolve a Inteligência Emocional sente-se mais preparado e apto aos desafios, inclusive, ao exercício da liderança.

Estes são apenas alguns aspectos que podem ser impactados quando um profissional é capaz de colocar em prática as descobertas do seu perfil, o autoconhecimento e as competências desenvolvidas a partir da Inteligência Emocional em ação.

Viu como investir no seu autoconhecimento pode ajudar – E MUITO – a desenvolver a sua carreira?

Não espere mais! Use a Inteligência Emocional a seu favor.

Nós podemos te ajudar, conheça nossos serviços.

Gostou? Siga nossas redes sociais e acompanhe nossas dicas.

Facebook | Instagram | Twitter | Youtube | Linkedin | Pinterest

Fontes:

GAMEIRO, Thaís. Como a inteligência emocional pode ajudar na tomada de decisão? O Povo, 2020.

GOLEMAN, Daniel. Inteligência Emocional. 82 ed. Rio de Janeiro: Objetiva, 1995.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *