Conexão é uma das principais necessidades de sobrevivência para uma criança, só não é a mais importante porque antes vem o comer e dormir. Desde o primeiro instante que sai da barriga da mãe, a criança já busca uma conexão. O toque nos braços da sua mãe, a tentativa do primeiro mamar, é criar conexão!

A criança está sempre em busca de pertencimento, querendo ser amada, e essas demonstrações precisam ser muito claras para entender que a tal demonstração é para ela! Muitos dos comportamentos desafiadores que fazem, que nos deixam desestabilizadas, geralmente é a tal conexão que estão buscando!

Muito mais do que imaginamos, as crianças são hiper sensíveis quando o assunto é perceber nossas emoções e percebem quando estamos ou não ali por inteiro! Por isso a importância de ter momentos específicos dessa entrega, que nos disponibilizamos estar verdadeiramente com ela, manter o contato visual, estar relaxada e com a mente apenas ali naquele momento, sem pensar na roupa para lavar ou no boleto para pagar! Ela precisa do tédio, precisa saber brincar sozinha, precisa criar brincadeiras…, mas não conseguirá fazer nada disso se não for abastecida através da conexão com seus pais e sentir-se acolhida e amada.

Esse abastecimento emocional é um grande desafio para muitos de nós. Por muitas vezes nos falta paciência, dedicação, disponibilidade, organização, vontade, preferência…, mas aposte em um momento assim, você vai perceber que a cada dia que acontecer um momento de conexão, ela vai começar apresentar comportamentos diferentes!

Talvez para que isso aconteça de maneira que você sinta mais à vontade, um momento gostoso, saudável, seja necessário investir um tempo para o seu autoconhecimento! Entender o que te faz escapar, o que te impede conectar com sua criança, pode ser mais claro depois de você possibilitar se conhecer mais! Nosso passado diz muito de nossas ações hoje, talvez seja algo que lhe faltou lá atrás e lhe impede de entregar essa conexão! Mas, quando conseguimos entregar para elas o que não tivemos, é um processo de cura da nossa criança interior, o que nos leva muitas vezes a não entregar o que de fato, essa nossa criança interior, está necessitando.

Se permita passar pelo processo! É um aprendizado fazer uma pausa com a criança, se conectar. Torna-se curativo e revigorante!

Gostou do texto? Então te convido a visitar e interagir com nossas publicações nas redes sociais do @abc.dasemocoes durante a próxima semana. Todas elas serão voltadas sobre o poder de se conectar com as crianças. Serão dicas, podcast e vídeo para que você se inspire e comece a agir!

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.