Você sabe o que é Feedback e qual a sua importância no mundo corporativo?

Nada mais é do que dizer a alguém o que pensamos sobre o seu desempenho para que evolua. No entanto, é comum o feedback mais magoar do que ajudar, já que uma grande parte dos líderes pouco estuda sobre esta importante ferramenta de resultados.

Mas se você souber o que é um feedback eficaz e como criar uma cultura de sinceridade, levando os colaboradores a buscar feedbacks para desenvolver sua carreira, então você será um líder que conseguiu estabelecer um ambiente com a cultura de alto desempenho.

O processo de Feedback é um atributo de liderança e uma responsabilidade gerencial de grande importância, especialmente às organizações voltadas ao futuro, focadas nas soluções e com ênfase para as forças.

Em culturas de alto desempenho ninguém teme o feedback, pois todos querem crescer e melhorar. O líder é cuidadoso quanto ao momento e modo de dar o feedback, pois sabe que vai ajudar os outros tendo conversas muitas vezes difíceis, mas necessárias.

Vale lembrar também, que o feedback, apesar de ser em sua maioria utilizado para redirecionar os colaboradores, ele também precisa ser utilizado como forma de elogiar um funcionário – incentivando-o a manter o bom desempenho, criando assim, um elo de confiança e bom relacionamento.

Você sabe quais as características de um feedback eficaz?

Abaixo listamos algumas dessas características:

É específico – nada genérico. Se quiser ser ouvido, seja específico. Quanto mais específico for melhor compreendido e considerado

É descritivo e útil – dê sugestões úteis, assim você substitui avaliações simples por ajuda e orientação.

Assumido pessoalmente – não dê um feedback falando que foi a opinião da equipe ou gerencia. Demonstre respeito assumindo suas declarações.

Concentre no problema não em pessoas – foque na atividade e, ao invés de dizer que fulano fez um relatório incompleto, diga que o relatório poderia ter tais e tais análises adicionais. Gerar aprendizagem (não resolva o problema, enfatize as escolhas e os ganhos decorrentes); Mantenha postura de isenção quanto à pessoa (sem julgamento, pois o que se quer é melhorar o desempenho) e honestidade (pois isso dá fidedignidade ao processo).

Dê a quantidade certa de feedback no momento certo – isso vai variar de pessoa para pessoa, então observe. Crie o ambiente propício para o diálogo (conforto físico, contato não-verbal – sorriso franco com olhar direto e encorajador, confiança e confidencialidade); Considerar os sentimentos e questões emocionais sem mergulhar na situação pessoal (leia os indícios não-verbais);

É uma conversar – essa é a melhor definição de feedback excelente. Ao invés de dar ordens comece com uma pergunta. Isso permitirá que se abram e compartilhem ideias que lhe ajudarão a ajustar o feedback na hora.  Ouvir (audição ativa transforma um encontro emocional em tarefa cognitiva, geradora de aprendizagem) e fazer perguntas (com vistas a explorar outros aspectos da questão, geradores de inspiração);

É verificado – ou seja, antes de encerrar a conversa é importante perguntar o que entenderam para que mostrem com suas próprias palavras o que foi entendido.

É acompanhado – e não esquecido. Se achou importante entregar o feedback, acompanhe de alguma forma, seja pessoalmente, por e-mail ou outra forma acordada. Encaminhar e encorajar a sequência do processo de crescimento profissional (considerar que as pessoas são capazes de administrar suas próprias vidas), com algum suporte, e agendamento de novas avaliações.

Um feedback eficaz é compreendido, valorizado e aplicado!

O bom/efetivo feedback tem suas raízes no comportamento esperado e apresentado, com isenção de juízo de valor pessoal ou reação emotiva. Em contraste, o feedback com resultados ruins, segue um modelo baseado no julgamento e a crítica da pessoa.

O objetivo do feedback é criar oportunidades de desenvolvimento positivo e continuado, pela via da mudança estruturada e orientada, mas lembre-se sempre que, para alcançar melhores resultados com o Feedback, é indispensável a capacitação para realizá-lo.

E aí, você já parou para pensar se a forma como você está dando feedback está correta? Está atualizado com as principais técnicas do mercado para obter equipes de alta performance? Já fez um feedback do seu feedback?

Aperfeiçoamento profissional

A JDO Consultoria possui uma equipe qualificada, com experiência em treinamento de lideranças de alta performance. No atual momento, onde o trabalho remoto está acontecendo na maioria das empresas, estar preparado para dar feedbacks é fundamental.  

Solicite o atendimento personalizado e uma avaliação do melhor treinamento e processo a ser aplicado tanto para sua performance como líder, quanto da sua equipe para o melhor desempenho das funções.

JDO Consultoria - Janes Dinon Ortigara

Enquanto isso, já vá respondendo para você mesmo algumas perguntas e verifique se você está fazendo um feedback eficaz.

O que foi planejado e era esperado do profissional avaliado no período?

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

O que foi efetivamente realizado pelo profissional avaliado no período?

Positivo:………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

A ser melhorado: ……………………………………………………………………………………………. …………………………………………………………………………………………….

Providências:……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………….

O que foi realizado pelo avaliador (GERENTE) no período, que ajudou/facilitou o trabalho do profissional em avaliação?

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

O que foi feito ou deixou de ser feito pelo avaliador (GERENTE) e que, dificultou o pleno desempenho do profissional avaliado?

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

Ao término de uma avaliação, já deixei outra programada com data definida?

(  )sim (  ) não

Que resultados são esperados pelo desempenho do profissional avaliado?

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Quais as contribuições esperadas por parte do GERENTE?

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Registre sempre, pois para quem não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve! 

Siga a JDO nas redes sociais

Facebook | Instagram | Linkedin

Janes S. Dinon Ortigara
JDO Consultoria, Assessoria e Coaching
(48) 99912-1610 (Vivo)

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.